14 de novembro de 2011

Anderlaine

Eu não sei qual a utilidade em se usar o tal do traço em baixo, a sub-linha. Na era das simplificações na grafia das palavras no mundo virtual, ocasionando o ressurgimento da linguagem telegráfica, opta-se por um tracinho que dá trabalho em se colocar. É preciso acionar outra tecla pouco antes e segurá-la para grafar a tal sub-linha. Talvez, talvez, seja pela sonoridade, poder dizer ANDERLAINE, e eu já vi/ouvi isso por aí. Mais simples seria usar o tracinho e pronto. Mas aí seria o quê, maidilaine? Sei lá, em sendo inglês, vale tudo.

Agora, falando em sub, é engraçado que tal palavra significa algo que está debaixo. Tudo bem, sub-linha é um tracinho que fica debaixo, abaixo da linha. Mas, e submarino? O que existe debaixo do mar? Sei que há rochas, areia, navios e submarinos naufragados/afundados. Não deveria ser meiomarino, então, algo que está no meio? Vai daí que subterrâneo também fica estranho, né? Tá, deixa pra lá. Mas, anderlaine não, não dá!


Nenhum comentário: